Sabemos que estamos bem em cima da hora, mas os 40 anos da Stana são importantes demais pra gente deixar passar em branco. Então, em parceria com o Stana Katic Brasil, resolvemos lançar um projeto de aniversário que tem a cara da Stana (e da Beckett, e nossa também!).

Stana sempre nos ensinou a amar e respeitar os animais, e a sermos solidários. Elefantes são um símbolo desse fandom, e por isso vamos patrocinar a criação e os cuidados de uma elefanta do David Sheldrick Wildlife Trust pelo período de um ano em nome da Stana!

 

Sobre o DSWT:
O DSWT é um centro pioneiro em resgate, reabilitação e reintegração de elefantes órfãos no Quênia. Eles pegam filhotes que foram abandonados pelas mães, ou cujas mães morreram por doenças, secas ou vítimas de caçadores, e dão a eles tudo que precisam para crescerem saudáveis e aptos a retornarem à vida selvagem quando chegarem à idade adulta.

Acreditamos que todos ficaram sabendo que, recentemente, o último rinoceronte branco do Norte macho do mundo morreu, levando a espécie à extinção. Não podemos deixar que isso aconteça com elefantes também! O DSWT trabalha para garantir que jamais chegue a esse ponto.

Se você acha que já viu essa sigla em algum lugar é porque Stana segue a conta da fundação no Twitter e já citou e deu RT sobre os trabalhos deles diversas vezes!

 

Mas como vamos adotar uma elefante, gente?
Funciona assim: Por US$50 é possível apadrinhar um animal pelo período de um ano. Além de saber que estamos ajudando nos cuidados de um elefante órfão, recebemos:

–   Um certificado de apadrinhamento com foto e perfil completo do animal adotado;
–   Um mapa interativo indicando onde o animal foi encontrado e com a descrição do habitat e dos desafios dos elefantes daquela região;
–   Um resumo mensal dos acontecimentos do mês anterior, junto com um link para o “Diário do Guardador” do elefante – onde é possível acessar anotações diária e fotos mensais;
–   Uma pintura em aquarela colecionável nova a cada mês, feita por Angela Sheldrick.

Tudo isso no formato digital, o que facilita para que enviemos à Stana por e-mail, Twitter, do jeito que der!

 

Quem iremos adotar?
É inacreditável que, ainda hoje, esse animais maravilhosos, os maiores mamíferos terrestres, sejam assassinados para satisfazer a vaidade do ser humano atrás de seu marfim. O DSWT tem muuuitos elefantes órfãos (e alguns rinocerontes e até girafas!) que podemos escolher, mas por causa da relação com nossa saudosa Kate Beckett, procuramos por fêmeas que tiveram suas mães mortas por caçadores.

Os animais mais novos são sempre os mais procurados, e por isso escolhemos a Tumaren, uma órfã já independente de 9 anos e meio, mas que ainda precisa de cuidados, medicamentos, comida e muito amor. Ela foi encontrada com 10 meses de idade ao lado da mãe morrendo por envenenamento.

Tumaren

Como eu posso ajudar?
Para que a adoção de Tumaren seja possível, contamos com doações de vocês. Vamos fazer cotas de US$3 (via Paypal) ou R$10 (via depósito bancário) cada. Você pode pegar quantas cotas quiser! Precisamos de ao menos 20 cotas para adotarmos nossa elefantinha por um ano, mas se passarmos disso, tudo bem! O dinheiro será todo revertido para mais tempo de apadrinhamento dela!

Caso a procura seja realmente grande e conseguirmos 40 cotas, estudaremos a adoção de uma segunda elefanta (Zongoloni, uma órfã adolescente de 6 anos que perdeu a mãe quando tinha 1 ano e meio).

Os nomes de todos os que doaram para o projeto estarão no e-mail que enviaremos para Stana no dia 26/04 com todas as informações sobre a elefanta e seu apadrinhamento.

Quem tiver interesse em ajudar, por favor, entre em contato por e-mail (contato@stanakaticbrasil.com), com o assunto “Elefanta“. O prazo para a doação é 22 de abril, para que tenhamos tempo de fazer o pagamento e deixar tudo pronto para o dia 26.

Gente, adoraria ajudar, mas infelizmente não tenho condições no momento…
Tudo bem! Você pode espalhar a notícia do projeto e estimular outros fãs a participarem!

Nosso projeto tem uma página só para ele, onde vocês podem conhecer a história das elefantinhas adotadas, ver fotos e acompanhar os relatórios mensais enviados pelo DSWT. Acesse aqui: They Never Forget