I Stand With Stana

Dia 18/04 fomos surpreendidos pela informação de que Stana e Tamala não farão parte de Castle e, assim como a saída de Penny no ano passado, isso mexeu com os fãs. Para a maioria dos fãs da Stana, já era chegada a hora de partir, mas a forma como a ABC comunicou o fim dos contratos foi o que chocou. A atitude da emissora foi estapafúrdia, desrespeitosa e sexista. Uma atitude que, infelizmente, estamos acostumados a ver contra as mulheres. No entanto, a ABC não merece um pingo da nossa atenção, então iremos falar das maravilhosas atrizes: Penny, Tamala e Stana que, como mulheres icônicas e trabalhadoras, deveriam, no mínimo, terem sido tratadas com respeito.

Victoria Gates
Os fãs de Castle ainda não se conformaram com a “expulsão” da Capitã Gates,uma mulher forte que comandava a 12ª com mãos de ferro. Gates chegou sorrateira e até um pouco odiada pelos fãs, pois demonstrou firmeza e frieza com nossa protegida Beckett. Em seu primeiro episódio, Gates bateu de frente com Kbex, talvez para mostrar quem é que mandava ali, porém, com o passar dos episódios, a Capitã se mostrou protetora e conquistou nossos corações. Gates foi importante para todos nós e sua saída foi dolorosa. Aprendemos a amá-la e somos gratos por termos tido a oportunidade de conhecer melhor o trabalho da Penny. Obrigada, Penny Johnson Jerald! Gates será eternamente nossa Capitã.

Lanie Parish
Passado um ano, ABC repete o erro e “expulsa”, sem motivo justo, nossa médica legista, Lanie Parish. Lanie é aquela amiga que todos temos ou gostaríamos de ter. Foi Lanie quem ajudou Kbex a passar pelos momentos de dúvidas, paixonites, ciúmes e tristeza. Como esquecer da Lanie falando que Beckett deveria se declarar para o Castle? E, quando ele chega com a aeromoça, sai de fininho sob o olhar fulminante da Kate? E do apoio dado quando Castle foi incriminado pelo 3XK e Kate se debulhou em lágrimas lendo e-mails falsos? Lanie é a melhor amiga de Beckett e nós, fãs, quando não queríamos ser Kbex, queríamos ser a melhor amiga dela. Lanie, obrigada por estar lá ao lado da Kate, nos representando.

E o que dizer da Katherine Houghton Beckett? Kate é aquela personagem apaixonante. Ela é forte, fraca, engraçada, séria, delicada, durona, inteligente, simpática, amável, sarcástica, irônica. Ela é FODA! É uma personagem completa. Com Kbex aprendemos muito sobre nós mesmos. Aprendemos que podemos ser romântica sem sermos bobas, podemos fraquejar sem deixar de ser forte.
Aprendemos que dias ruins existem, mas que podemos encontrar diversão neles também. Beckett nos ensinou que podemos ser quebradas por dentro ou que podemos ter defeitos, mas que se quisermos e se lutarmos, seremos fortes o suficiente para ultrapassarmos essas barreiras e nos tornarmos melhores. Aprendemos que somos fortes o suficiente para lidar com as nossas dificuldades e para vencermos as adversidades. Kate nos ensinou que falhar é normal e que basta querer para ser melhor. Quebrada por dentro, cheia de inseguranças e certezas tortas, Kbex decidiu que era hora de mudar, brigou contra suas próprias barreiras e aprendeu a priorizar. E, assim, chegou onde ela sempre quis, alcançou a vida que ela ansiava. Essa é a Kbex. Essa é a nossa heroína. Uma personagem tão profunda e tão humana que parece real. Eu quero ser Beckett, assim como você. Luto para ser melhor porque ela me ensinou que eu posso, mesmo com minhas falhas. Isso é um pouquinho de quem é Beckett para os fãs de Castle. Individualidades e peculiaridades à parte, todos nós a vemos como exemplo. Vê-la partir dói. Dói de uma forma que nunca pensei que fosse possível. Vê-la partir é como ter um pedaço de mim arrancado. O que me faz seguir em frente? A própria Beckett. Ela jamais desistiria. Assim como ela é um modelo para nós, Johanna foi para Kate. E, assim como Beckett nunca esqueceu seu modelo de vida, eu e você nunca esqueceremos o nosso, Katherine. Seguiremos derrubando nossas barreiras pessoais, inseguranças e medos. E Beckett, sempre que preciso for, estará lá, em foto, vídeo e, principalmente, na nossa lembrança. Nosso porto seguro. Always!

Não se pode falar da Kate e sem falar um pouquinho da Stana. É comum a todos que as duas têm muito em comum. Stana se dedica tanto aos seus papéis que sempre podemos identificar um pouco dela em suas personagens e com a Beckett não foi diferente. Quem nunca assistiu a um episódio e pensou “meu, isso é muito Stana”! Katic construiu essa personagem por 8 anos, ela criou cada sentimento e cada expressão da Kate. Até os momentos que nunca presenciamos, Stana a vivenciou, pois ,para nos passar toda a carga emocional da personagem, era preciso que ela conhecesse o passado da Beckett também. Eu sei que MilMar “desenhou” Beckett, mas Stana soube fazer daquele desenho uma incrível arte. E mais, nesses 8 anos, testemunhamos o crescimento da Stana. Aquela moça, uma menina, que há 8 anos não sabia quase nada de TV, aprendeu, se destacou e brilhou.
Brilhou tanto que ganhou o foco da série, cativou tantos fãs que era ela que quase todos esperavam para ver semana após semana. Não só cresceu individualmente, como, com seu talento, sustentou uma série e alguns filmes por completo. Stana com sua graciosidade ímpar, nos cativou e fez com que olhássemos através da personagem e nos perguntássemos, quem era aquela atriz? E, ao investigamos a fundo – como aprendemos com a Detetive Beckett, descobrimos que além da personagem ficcional, tínhamos um modelo de carne e osso chamado Stana Katic para nos inspirar.
Stana não é só um rostinho bonito, ela é muito mais do que isso, ela é extraordinária. Acho que não preciso falar mais sobre essa moça, né?

Obrigada Stana por ter nos dado Becket, tão cheia de falhas que chega a ser perfeita. Obrigada pela dedicação ao trabalho e aos fãs. Obrigada por dividir um pouquinho da sua vida conosco. Obrigada pelos amigos invríveis que, indiretamente, você nos deu. Obrigada Obrigada por sorrir quando vê seus fãs te esperando do lado de fora, por retribuir esse amor que, às vezes, te sufoca. Obrigada por responder nossas perguntas, por criar um país só nosso. Obrigada por nos indicar arte, músicas, filmes e livros que te inspiraram, para que eles também nos inspirem. Obrigada por sempre tentar nos manter próximos, ainda que isso não seja necessário porque
nenhuma ligação é mais forte do que o puro amor que sentimos. Obrigada por nos ensinar e nos inspirar todos os dias. Obrigada, simplesmente, por ser quem você é, por existir.

Nós, do The Stana Times, iremos sempre te apoiar, não importa o que aconteça. Ainda que o TST acabe, ou você pare de atuar, essas sete pessoas (Agnes, Betina, Emily, Gabrielle, Juliana, Lisa, Renata, Almudena e Isabelle), dos bastidores desse jornal, continuarão te apoiando e te admirando. Always. <3